Notícias

Brasil bate recorde de vendas de smartphones no 3º trimestre

Publicado por
na Categoria Notícias

Um levantamento realizado pela IDC aponta o Brasil bateu seus recordes de venda de smartphones entre julho e setembro deste ano. No período foram vendidos 15,1 milhões de dispositivos, o que representa um crescimento de 11% em relação ao começo de 2014 e de 49% em comparação ao terceiro trimestre de 2013. Para todo o ano de 2014, a IDC estima vendas de 55 milhões de celulares inteligentes.

“Os resultados de vendas superaram nossas expectativas. Os smartphones não foram impactados pelos problemas que afetaram outros mercados e a tendência é que mais um recorde seja quebrado no próximo trimestre”, defende Leonardo Munin, analista de pesquisas da IDC Brasil.

De acordo com o executivo, a popularização dos aparelhos tem relação com diversos fatores, como a redução no preço dos dispositivos. Munin acredita também que o comportamento das redes varejistas pode influenciar na venda de smartphones. “O consumidor tem familiaridade com as grandes lojas, sente segurança para realizar o negócio e ainda conta com crédito fácil”.

Como consequência do crédito fácil o número de aparelhos intermediários, com preços entre R$ 450 e R$ 900 ultrapassou os de entrada, que custam até R$400. Entre os celulares vendidos o Android é o sistema operacional favorito dos consumidores, liderando o ranking com 90% da preferência. Em segundo lugar aparece o Windows Phone, que ultrapassou os números do iOS nesse ano.

Os últimos três meses de 2014 devem superar o recorde dos trimestres passados. De acordo com a IDC outubro foi o mês com o maior número de vendas de smartphones da história. Foram mais de 7 milhões de dispositivos, quase o total o que foi vendido durante todo o ano de 2011.

O aumento nas vendas pode ser explicado por conta da Black Friday. Segundo a e-bit, o smartphone foi o item mais procurado durante o evento. As receitas e pedidos no varejo online de celulares no mês cresceram mais de 600% em comparação com 2013.

Tendência

Em 2015 as telas grandes continuarão em alta e devem representar 63% dos celulares. Os Phablets também devem se tornar mais populares: até 2018, a estimativa da empresa é de que eles representem 50% dos smartphones do mundo.

Notícias recentes